Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Games 14.06.2013 14.06.2013

Cinco absurdos que amamos nos games

Por Aline Maryama
 
A maioria das pessoas que gostam de jogar – e não medem esforços com o intuito de arrumar um tempo na agenda para fazê-lo – irá concordar que muitas vezes o videogame é um passaporte para outra realidade, onde tudo é possível.
Mesmo que não haja motivos para a falta de sentido, não há outra solução senão amar esses absurdos que cativam ainda mais os jogadores. Confira cinco motivos que tornam essas peculiaridades algo tão marcante:
1. AS MULHERES SUPERPODEROSAS: SALTO NOS PÉS E BAZUCA NA MÃO!
No mundo real, algumas mulheres reclamam de ter que lidar com os afazeres domésticos e milhares de procedimentos para ficar ainda mais bonita, cuidar da família e ser a supermulher da casa. Já as musas dos games, além de salvarem o mundo de zumbis ou detonarem na luta contra os adversários, fazem tudo isso usando um salto alto caprichado e uma roupa com o maior decote possível.
Isso é um absurdo, mas quem consegue não amar personagens como Jill Valentine e Ada Wong, da série Resident Evil? E com a evolução dos jogos, parece que as protagonistas agora podem completar suas missões de forma mais confortável. Ada Wong, em Resident Evil 6, ganhou um novo visual e se livrou do vestido que provavelmente a atrapalhava tanto. Confira neste vídeo.
“Eu sempre gostei de jogar com personagens do sexo feminino, independente do jogo que escolhesse. Mas eu nunca entendi por que elas tinham que usar um salto gigante, roupas minúsculas e apertadas! Eu mal consigo andar com um salto daquele, quem dirá correr ou dar golpes por aí”, comenta Jéssica Martins, fotógrafa e fã das séries Resident Evil e Mortal Kombat.
 
As musas dos games, além de salvarem o mundo de zumbis ou detonarem na luta contra os adversários, fazem tudo isso usando um salto alto
2. ROUPAS E LÓGICA, PARA QUÊ?
Conforme citado anteriormente, o fato de as protagonistas de alguns jogos usarem vestidos extremamente justos e decotados – visivelmente não confortáveis – é um absurdo que cativa os jogadores. Porém, há jogos que desafiam a lógica da vestimenta de outra forma – um bom exemplo é o clássico Donkey Kong.
Donkey se limita a usar apenas uma gravata, enquanto Diddy e Dixie optaram por uma camiseta e um chapéu. Aparentemente as calças são um acessório dispensável para eles. E é claro que a vestimenta desses pequenos é um mero detalhe, pois Donkey Kong, com ou sem calças, ainda é um marco na história dos games.
 
Donkey se limita a usar apenas uma gravata, enquanto Diddy e Dixie optaram por uma camiseta e um chapéu

3. IMORTALIDADE, CORPO À PROVA DE BALAS E SALTOS QUILOMÉTRICOS

Uma coisa que os jogadores mais antigos não podem deixar de concordar é que grande parte dos jogos e seus protagonistas possuía uma aura um tanto “imortal”. Era muito comum o personagem cair de uma altura absurda e sobreviver como se tivesse dado um pequeno pulo.
Em alguns casos, personagens levavam cerca de 20 tiros e continuavam correndo como se não houvesse amanhã. Hoje os jogos estão mais realistas, pois um ou dois golpes são suficientes para deixar o protagonista ferido e mancando até encontrar algo que recupere sua vida.
Nos antigos FPS (First Person Shooter), como Medal of Honor, Call of Duty e outros, o jogador podia aguentar uma série de tiros antes de ver seu personagem caído por aí.
“Eu acho isso incrível, porque se eu quisesse que tudo fosse como a vida real, desligava o videogame e pronto. Esses absurdos é que nos fazem passar horas na frente da TV ou do computador”, diz Rafael Almeida, estudante de Design de Jogos e jogador competitivo de games on-line.
 
Uma coisa que os jogadores mais antigos não podem deixar de concordar é que grande parte dos jogos e seus protagonistas possuía uma aura um tanto “imortal”

4. CARROS INCRIVELMENTE RESISTENTES 

A maioria dos jogos possui carros incríveis. Eles provavelmente devem ser feitos com uma “película protetora extremamente resistente”, que permite que eles capotem, batam e atinjam velocidades impressionantes antes de explodirem ou pararem de funcionar.
E não se esqueça de sair do carro quando ele começar a pegar fogo, pois isso é sinal de que irá explodir. Para quem jogou Grand Theft Auto (GTA), a sensação é familiar.
 
Carros que parecem ser indestrutíveis
5. O CAVALO QUE DESAFIA AS LEIS DA FÍSICA E TODA A LÓGICA
Ainda mais incrível do que carros extremamente resistentes é o cavalo que desafia as leis da física, gravidade e o que vier pela frente. Os jogadores de The Elder Scrolls V: Skyrim já conhecem – e muito bem – o famoso companheiro dos Dragonborn.
O cavalo escala montanhas extremamente íngremes, aguenta quedas razoavelmente grandes e flutua no ar, onde não deveria estar. Caso você não o conheça, pode assistir ao vídeo abaixo feito por fãs, que comprova o quão incrível é o animal.
 
 
 
Recomendamos para você