Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 05.07.2017 05.07.2017

Conheça a história de Charlie Brooker, criador de Black Mirror

O inglês nascido em 1971 ficou mundialmente conhecido por conta de sua série de maior sucesso, Black Mirror. O seriado britânico transmitido pelo Netflix mostra em cada um dos episódios um conto de ficção diferente que busca refletir um “outro lado” da tecnologia.

Brooker é jornalista, produtor, apresentador, humorista e escritor e, ao contrário do que podemos imaginar, nem sempre teve sucesso em sua empreitada. Quer saber mais? Te contamos tudo sobre a vida do britânico.

Dissertação rejeitada

Brooker frequentou a Universidade de Westminster, em Londres, mas não chegou a se formar porque sua dissertação não foi aceita pelos professores. Sua ideia era falar sobre videogames.

No entanto, anos mais tarde ele se tornou apresentador de um conhecido programa inglês sobre o assunto, o Gameswipe. O mais impressionante é que a terceira temporada de Black Mirror tem um episódio inteiro dedicado ao mundo dos videogames e sobre como a tecnologia pode mudar o modo como enfrentamos uma brincadeira que até então parecia inofensiva e até um pouco infantil.

Escritor de sucesso

Screen Burn e Dawn of the Dumb são algumas das obras do escritor inglês, que gosta de instigar os leitores e levá-los a reflexões que nem sempre são fáceis de digerir. Pelo histórico de Brooker, essa é realmente a intenção, mostrar uma realidade distante, mas tão complexamente densa e compatível com nossa realidade que por vezes parece ser mais palpável do que se imaginava.

Screen Burn reúne algumas das impressões mais ácidas e cruéis de Charlie Brooker escritas em sua coluna do The Guardian, jornal britânico. Ele fala sobre programas de televisão de sucesso e nos ajuda a ter um olhar mais crítico sobre tudo o que consumimos através da tela.

Já Dawn of the Dumb fala mais sobre as séries televisivas do britânico, mas também fala de uma vários outros assuntos que a princípio parecem sem importância, como o cabelo humano. Brooker já declarou certa vez que se importa com absolutamente tudo, das coisas mais importantes (como a possibilidade de uma guerra nuclear) a assuntos banais, como uma selfie.

Black Mirror

Black Mirror não é a primeira obra de Charlie na televisão, antes ele produziu uma pequena série que falava sobre uma invasão zumbi no Big Brother (Dead Set) e contava com ex-brothers como atores principais.

Além disso, ele é dono de 1/5 do Zeppotron, canal da Endemol Company, empresa detentora da marca Big Brother e produtora das duas primeiras temporadas de Black Mirror, que agora está nas mãos da Netflix.

Se você também gosta de Black Mirror e quer conhecer mais sobre a mente e as produções de Charlie Brooker, adquira agora mesmo as obras do escritor em nosso site.

Recomendamos para você