Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Outros 30.11.-0001 30.11.-0001

Centenários e outras comemorações marcam 2012

Por Maria Fernanda Moraes
 
2012 já pode ser considerado o ano dos centenários. Depois do “fim do mundo anunciado pelo Calendário Maia”, certamente os assuntos que mais ouvimos por aí são “comemoração de tantos anos de fulano”, “centenário de ciclano”, e por aí vai. 1912 deve ter sido realmente um ano muito produtivo. Além dessas comemorações de datas redondas, ainda teremos neste ano celebrações de aniversários de vários artistas importantes, além da lembrança dos anos de morte de alguns outros (veja detalhes ao final da matéria).
 
Jorge Amado, Nelson Rodrigues e Luiz Gonzaga: esses são provavelmente os nomes que você mais ouviu relacionados aos centenários. O primeiro deles, em especial, teve uma divulgação ainda maior por conta da regravação da novela Gabriela, Cravo e Canela, que está sendo exibida atualmente pela Rede Globo e é baseada numa de suas obras mais famosas. Jorge Amado e Nelson Rodrigues completariam 100 anos – se estivessem vivos – neste mês de agosto, nos dias 10 e 23, respectivamente. O Rei do Baião chegaria aos 100 em 13 de dezembro.
Em efemérides como essas, as editoras aproveitam o ensejo e investem em novos materiais dos autores; já as gravadoras fazem o mesmo com DVDs e CDs especiais. Alheio à onda de consumismo, sempre dá para garimpar eventos comemorativos interessantes, edições de materiais inéditos ou reedições ampliadas e revisitadas. Pensando nisso, montamos um roteiro para você aproveitar as comemorações dos centenários ao máximo, com atividades para todos os gostos:
 
Jorge Amado, 10 de agosto
Uma das principais reedições comemorativas de Jorge Amado neste ano é a obra Navegação de cabotagem — Apontamentos para um livro de memória que jamais escreverei, que foi publicado originalmente em 1992. Trata-se de um livro de lembranças que são contadas pelo próprio autor, sem se prender à linearidade narrativa. Esta é uma edição especial que tem 512 páginas de história e traz ainda um caderno ilustrado, com 96 páginas de fotos tiradas por Zélia Gattai, esposa de Jorge Amado, que pertencem à Fundação Jorge Amado. Além das fotos de Zélia, o caderno traz também imagens de jornais e acervos como o do Instituto Moreira Salles. Entre as curiosidades, estão as carteiras de identidade e de reservista de Jorge Amado, os bilhetes do escritor Mário de Andrade e da arquiteta Lina Bo Bardi e, ainda, uma carta do autor baiano a Sérgio Buarque de Holanda, pedindo a mão de Miúcha em casamento em nome de João Gilberto.
Desde 2008, a Companhia das Letras tem o autor como uma das estrelas do seu catálogo e vem reeditando toda a sua obra. Em agosto, essa empreitada chega ao fim com a reedição de Bahia de Todos os Santos, um livro que serve como guia de Salvador e traz fotos de Flávio Damm. A editora também publicará em agosto o livro Jorge & Zélia, organizado por João Jorge, o primeiro filho do casal, com cartas de família inéditas, além de uma edição comemorativa de Os Velhos Marinheiros.
A Penguin lança em inglês A morte e a morte de Quincas Berro d’Água e A Descoberta da América pelos turcos. Com isso, Jorge Amado passa a ser o segundo brasileiro a ser publicado pela Penguin Classics – o primeiro foi Euclides da Cunha. Entre outros destaques lançados pela Companhia estão a edição de bolso de Mar morto; a edição econômica de Gabriela, Cravo e Canela; O compadre de ogum, capítulo de Os pastores da noite; e um livro com trechos de obras de Jorge Amado para as escolas.
Eventos e peças de teatro
Em agosto, a exposição Jorge, Amado e Universal, que estava no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, chega ao Museu de Arte da Bahia, em Salvador. Também na capital baiana, a Academia de Letras da Bahia (ALB) e a Fundação Casa de Jorge Amado (FCJA) promovem o Curso Jorge Amado 2012 – II Colóquio de Literatura Brasileira, de 13 a 17 de agosto (mais informações aqui).
Ainda em Salvador, estreiam as peças O Sumiço da Santa, com direção de Fernando Guerreiro, e Novos Capitães, direção geral de Cecília Amado. No Rio de Janeiro, o destaque será o musical Gabriela, Cravo e Canela, com direção de João Falcão.
A cidade de Ilhéus, que inspirou muito dos livros de Jorge, também prepara uma comemoração especial. É o Amar Amado, um festival gratuito que será realizado de 4 a 12 de agosto. A programação inclui a revitalização do quarteirão em que o escritor viveu, no centro histórico da cidade. Caetano Veloso e Margareth Menezes farão shows, e o público poderá assistir a peças de teatro e adaptações cinematográficas de suas obras. Outra atração será o cardápio gastronômico temático: os restaurantes oferecerão pratos baseados no paladar do artista, que estiveram presentes em suas obras. O evento também contará com uma feira de livros e terá leituras de poemas e trechos de livros nas janelas dos casarões antigos, promovidas por atores que interpretaram seus personagens famosos, como Sônia Braga e José Wilker.
As comemorações do centenário do baiano se estenderão até dezembro. Em setembro, está previsto o lançamento do livro A Comida Baiana de Jorge Amado, além de uma palestra com a autora Paloma Amado, em Salvador. Já em dezembro, ocorrerá o lançamento do box de Capitães da Areia, com DVD. Mais informações no site.
 

Cenas do filme Capitães de Areia

 
 
Nelson Rodrigues, 23 de agosto
Conhecido como o Anjo Pornográfico, Nelson Rodrigues foi jornalista, escritor, cronista e apaixonado por futebol. Na iminência do seu centenário, várias atividades prestam homenagem ao escritor. Um dos destaques é o lançamento da nova versão do filme Bonitinha, mas ordinária, dirigido por Moacyr Góes e estrelado por Leandra Leal. Acompanhe outras atividades que entram no eixo de comemorações pelo Brasil:
Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB): apresenta, entre 7 de julho e 2 de setembro, o espetáculo tragicômico Rodriguianas: Tragédias para Rir, baseado em textos publicados pelo autor carioca. As exibições são às sextas, sábados e domingos. É uma trama cômica adaptada das crônicas publicadas na coluna A Vida Como Ela É, no diário carioca Última Hora. A peça é dirigida por Luís Artur Antunes, e os ingressos para as sessões custam até R$ 6.
Ocupação Nelson Rodrigues: após a instalação no Itaú Cultural, em São Paulo, a ocupação segue para a terra natal do escritor, Pernambuco. A partir de 23 agosto, na Torre Malakoff, em Recife, o público poderá conferir fotos, jornais, pôsteres, revistas, entrevistas sonoras, visuais e impressas. A mostra tem curadoria de Maria Lucia Rodrigues (filha) e Sonia Muller (neta) e cenografia de Valdy Lopes Jr.
Centro cultural Fiesp: o SESI-SP promove um ciclo de leituras de textos clássicos, além de debates sobre a obra do autor pelo projeto Nelson Rodrigues 100 anos. Com entrada gratuita, o projeto traz diversas iniciativas como leituras dramáticas, oficinas, dois espetáculos inéditos e exposição. A série ocorre no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso até novembro. A partir de agosto, ocorrerão leituras de peças como Senhora dos afogados, com Cleyde Yáconis e Lucélia Santos (dia 29); Os sete gatinhos (12 de setembro); Valsa Nº. 6 (17 de outubro); Anti-Nelson Rodrigues (31 de outubro); e O anjo pornográfico (20 e 21 de novembro – adaptação de Marco Antonio Braz para a biografia Anjo Pornográfico: A História de Nelson Rodrigues, escrita por Ruy Castro). Também haverá leituras em cidades do interior paulista. Veja a programação aqui.
As peças A Falecida e Boca de Ouro não serão lidas, pois farão temporada no Teatro do SESI – São Paulo de junho a dezembro deste ano, com Maria Luísa Mendonça e Marco Ricca, respectivamente, como protagonistas dos espetáculos. O projeto tem curadoria do escritor e jornalista Ruy Castro, e também conta com a participação de Fernanda Montenegro, Cleyde Yáconnis, Maria Luísa Mendonça, Marco Ricca, entre outros.
Outra peça rodriguiana que estreou na capital paulista é Dorotéia, com direção de João Fonseca. A atriz Alinne Moraes vive Dorotéia, no Teatro Raul Cortez, entre 28 de julho e 14 de outubro (sextas, às 21h30; sábados, às 21h; domingos, às 19h). Veja mais detalhes aqui.
 
Fliporto: a oitava edição da Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto), em Olinda, homenageará seu escritor conterrâneo. Entre 15 e 18 de novembro, o evento irá prestigiar o teatro nacional e internacional, com a presença de especialistas no assunto e nas suas vertentes, sob o tema “A Vida é um Espetáculo”. Ruy Castro, autor da biografia O Anjo Pornográfico – A vida de Nelson Rodrigues, é um dos nomes confirmados para o Congresso Literário da Fliporto 2012.
Na área editorial, destaque para o livro inédito Nelson Rodrigues por Ele Mesmo (Nova Fronteira), com organização e edição feitas pela jornalista Sonia Rodrigues, filha de Nelson. Trata-se de uma seleção de diversos trechos de entrevistas concedidas pelo escritor ao longo de sua vida, que foram unidos com fragmentos de crônicas.
Luiz Gonzaga, 13 de dezembro
 
Em dezembro, fechando as comemorações de centenários em 2012, nosso Rei do Baião, Luiz Gonzaga, completaria 100 anos. Nascido na cidade de Exu, Pernambuco, o cantor faleceu em 1989. É pai de Gonzaguinha e avô de Daniel Gonzaga, músico que continua difundindo o trabalho do artista. Confira o roteiro de comemorações.
Luiz Gonzaga nas telonas: o filme Gonzaga, de Pai Para Filho faz um tributo às brilhantes carreiras dos patriarcas da família Gonzaga. Dirigido por Breno Silveira, o longa deve chegar aos cinemas em outubro deste ano. A obra retrata a relação entre o sanfoneiro de enorme apelo popular, Luiz Gonzaga, e seu filho, o cantor e compositor Gonzaguinha, que nunca foi valorizado como artista pelo pai. O elenco traz nomes como Chambinho do Acordeon, Julio Andrade, Adélio Lima, Nanda Costa, entre outros.
 
 
Coletânea 100 anos de Gonzagão: produzido por Thiago Marques, o álbum triplo conta com 50 gravações inéditas de clássicos do rei do baião. O material foi gravado entre janeiro e maio de 2012 e é dedicado a Dominguinhos. O primeiro disco traz o sertão como tema. No segundo, é a vez do chamego. Já o terceiro dá vez ao baião.
Além de estrelas da nossa música como Elba Ramalho, Zé Ramalho, Dominguinhos, Geraldo Azevedo e Fafá de Belém, uma nova geração da música também faz novas versões de Gonzagão, como Karina Buhr, Filipe Catto, Vanguart, Thaís Gulin, Gaby Amarantos e o estreante Ayrton Montarroyos, natural de Recife, de 16 anos, em sua primeira gravação em disco.
 
Falamansa grava músicas de Gonzagão: famoso por difundir o forró universitário, o grupo Falamansa também presta sua homenagem ao Rei do Baião. O disco As Sanfonas do Rei reúne relíquias assinadas por Gonzagão em 16 faixas e está sendo lançado em CD e LP. Desde o lançamento, o grupo tem visitado diversas cidades do país apresentando shows do álbum comemorativo. Para participar do tributo, o Falamansa chamou convidados especiais, como o vocalista da Nação Zumbi, Jorge Du Peixe.
Disco de duetos: o projeto é da gravadora Sony, que irá usar as canções originais, com a voz de Gonzagão, e misturá-las com novas gravações. A lista de artistas que dividirão os vocais com Gonzaga ainda não foi definida, mas alguns duetos já gravados anteriormente entrarão no álbum, como Asa Branca com Fagner, Luar do Sertão com Milton Nascimento e Forró Nº 1 com Gal Costa.
 
O lançamento do disco está previsto para novembro e pode vir acompanhado de um DVD. Ainda segundo a gravadora Sony, em setembro ou outubro, a discografia de Luiz Gonzaga voltará às lojas. O músico passou quase toda a sua carreira na RCA, cujo catálogo hoje está em poder da Sony. A ideia da gravadora é colocar de volta à venda 28 álbuns e lançar outros 15, que ainda estavam inéditos, em CD. 
O disco histórico Volta pra Curtir, o mais vendido na carreira de Luiz Gonzaga segundo a gravadora, está na lista de relançamentos. Ele foi gravado ao vivo em 1972, numa apresentação no teatro Tereza Rachel, no Rio de Janeiro.
Outras comemorações em 2012
 
Caetano Veloso, 70 anos em agosto
A comemoração foi no dia 7 de agosto. No site oficial do cantor baiano, é possível acompanhar a programação.
 
O destaque fica por conta do álbum A Tribute to Caetano Veloso, com gravações inéditas de artistas nacionais e internacionais, como Beck, que regravou "Michelangelo Antonioni" (do disco Noites do Norte, de 2000) e Jorge Drexler, que fez "Fora da Ordem", de 1992. Há também a participação dos brasileiros Céu ("Eclipse Oculto"), Tulipa Ruiz ("Da Maior Importância"), Mariana Aydar ("Araçá Azul"), Marcelo Camelo ("É de Manhã") e Seu Jorge ("Peter Gast").
 
Do lado internacional, estão Devendra Banhart ("Quem Me Dera"), Chrissie Hynde ("The Empty Boat"), o grupo Magic Numbers ("You Don't Know Me") e o cantor espanhol Miguel Poveda ("Força Estranha").
 
 
Graciliano Ramos, 120 anos em outubro
O escritor alagoano, que completaria 120 anos no dia 27 de outubro, terá vida e obra retratadas no documentário O Universo Graciliano, dirigido pelo cineasta Sylvio Back. O longa será rodado em três estados: Rio, Alagoas e Pernambuco. O diretor também iniciará no fim do ano as gravações de Angústia, adaptação para o cinema de uma das principais obras de Graciliano.
A editora Record também planeja relançar algumas obras do escritor em outubro. Graciliano também é forte candidato a ser o homenageado da edição de 2013 da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip).
Clarice Lispector, 35 anos de morte em dezembro
Uma das principais autoras brasileiras, Clarice faleceu um dia antes de completar 57 anos, em 9 de dezembro de 1977. A Rocco lançará, no final do ano, a coletânea Clarice na cabeceira – Jornalismo, reunindo textos de Clarice Lispector publicados na imprensa ao longo de quase quatro décadas, mostrando uma faceta menos conhecida da escritora. O livro está sendo organizado pela pesquisadora da USP Aparecida Maria Nunes e dá sequência às seleções de contos, crônicas e trechos de romances que a Rocco vem lançando desde 2009 (Clarice na cabeceira – Contos, Clarice na cabeceira – Crônicas, Clarice na cabeceira – Romances).
Entre setembro e outubro, também ocorrerá o lançamento da nova edição de A vida íntima de Laura, em capa dura e com projeto gráfico diferenciado. O título é o primeiro entre os infantis de Clarice a ganhar reedição por aqui. Além disso, a Rocco promoverá, em dezembro, a segunda edição do projeto Hora de Clarice, um dia inteiro de homenagens à escritora, com debates, palestras, leituras e outras ações em várias capitais para celebrar o aniversário de 92 anos da autora, em 10 de dezembro.
 
Outras datas comemoradas neste ano:
09/08 – 50 anos da morte de Herman Hesse
12/09 – 55 anos da morte de José Lins do Rêgo
23/10 – 80 anos de vida de Ziraldo
26/10 – 90 anos do nascimento de Darcy Ribeiro
26/10 – 70 anos de vida de Milton Nascimento
01/11 – 90 anos da morte de Lima Barreto
16/11 – 90 anos do nascimento de José Saramago
19/11 – 45 anos da morte de Guimarães Rosa
 
 
Recomendamos para você

Os produtos Saraiva mais comentados