Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 14.05.2014 14.05.2014

Cannes 2014: Batalha de veteranos

Por Edu Fernandes
 
Para quem está dentro da indústria cinematográfica, um dos prêmios mais importantes é a Palma de Ouro do Festival de Cannes. Em 2014, o evento francês acontece de 14 a 25 de maio e traz 18 filmes competindo pelo troféu.
Entre os candidatos, a maior parte é formada por cineastas que já participaram de outras edições do festival. Alguns acumulam vitórias no passado, enquanto outros ainda esperam por se sagrar triunfantes.
O mais experiente entre os concorrente é o inglês Ken Loach, que leva a Cannes Jimmy’s Hall (Entertainment One), cinebiografia do ativista político irlandês Jimmy Gralton. O cineasta concorre pela Palma de Ouro pela 12ª vez, sendo que foi o vencedor com Ventos da Liberdade (Califórnia) em 2006.
Logo atrás vem o francês Jean-Luc Godard, que participa pela sétima vez e espera levar sua Palma de Outro. Apesar de disputar em casa, a última vez em que um filme do diretor esteve em Cannes foi em 2001, com Éloge de l’amour (Wild Bunch). Em 2014, ele leva Adie uau language (Fox).
 
Cena do filme Devil’s Knot, de Atom Egoyan
Com seis participações, o egípcio Atom Egoyan é outro que sonha com a primeira vitória com Devil’s Knot (Paris), sobre um pai em busca da filha sequestrada. Em 1997, ele levou outros três troféus por O Doce Amanhã (Versátil), incluindo o prêmio da crítica.
Também com seis participações estão os belgas Jean-Pierre e Luc Dardenne. A diferença é que os irmãos têm a chance de acumular três Palmas de Ouro com Deus jours, une nuit (Wild Bunch), sobre uma mulher que quer salvar seu emprego. As outras duas vitórias da dupla se deram com Rosetta (Criterion) e A Criança (Imovision).
Três diretores estão na disputa de Cannes pela quinta vez. O turco Nuri Bilge Ceylan é um deles com Winter Sleep (Memento). Ele já foi premiado em outras categorias no passado. Em sua última participação em 2011, com Era uma Vez em Anatólia (Filmes da Mostra), ele ganhou o grande prêmio do júri.
 
Cena do filme Mr. Turner, de Mike Leigh
Com a cinebiografia do pintor J.M.W. Turner, o britânico Mike Leigh espera finalmente conquistar a Palma de Ouro. Em 1993, com sua primeira participação em Cannes, ele levou o prêmio de melhor direção por Nu (Criterion).
O canadense David Cronenberg tem uma jornada parecida com a de Leigh. Sua quinta participação ocorre em 2014 e sua maior conquista foi na estreia em Cannes. Ele levou o prêmio especial do júri em 1996 por Crash – Estranhos Prazeres (Columbia). Agora ele leva Maps to the Stars (Enterteainment One), uma reflexão sobre o impacto cultural de Hollywood.
Há uma dupla de cineastas que participam da competição pela quarta vez. A japonesa Naomi Kawase concorre com Still the Water (Filmcoopi), após levar o grande prêmio do festival em 2007 por Mogari no mori (Dreamachine). Depois de dez anos, o francês Olivier Assayas volta a concorrer em casa com Clouds of Sils Maria (IFC) e espera ser premiado pela primeira vez.
 
Cena do filme Saint Laurent
O francês Bertrand Bonello chega à disputa da Palma de Ouro pela terceira vez com Saint Laurent (EuropaCorp). Em sua última passagem por Cannes, concorreu com L'Apollonide (Petrini).
Três diretores concorrem pela segunda vez. Depois do sucesso de O Artista (Paris), o francês Michel Hazanavicius leva The Search (Warner). O estadunidense Tommy Lee Jones quer que The Homesman renda mais do que o prêmio de melhor ator que conquistou por Três Enterros (Califórnia). Para completar a lista, o russo Andrey Zvyagintsev concorre com Leviathan.
 
 
Recomendamos para você