Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 14.05.2011 14.05.2011

Cannes 2011: Joseph Cedar e Markus Schleinzer

Por Natasha Ramos / Redação
Foto: Cena de Hearat Shlulayim 
É a primeira vez que o diretor israelita Joseph Cedar é indicado à competição oficial do Festival Internacional de Cannes. Seu filme Hearat Shlulayim está concorrendo à Palma de Ouro. Antes deste, porém, ele já havia ganhado o Urso de Prata no Festival Internacional de Berlim, na categoria de Melhor Diretor, pelo filme Beaufort
Joseph nasceu em Nova York, mas se mudou para Jerusalém com sua família quando tinha apenas 5 anos. Quando voltou de Israel para os Estados Unidos, começou a trabalhar no roteiro de seu primeiro filme, Time of Favor (2000), sobre um complexo triângulo amoroso no meio de um conflito terrorista em Israel.
A esse seguiu-se Campire (2004) e Beaufort (2007) no qual ele aborda temas sobre o universo israelita. Hearat Shlulayim ou Footnote, em inglês, conta a história da rivalidade entre pai e filho, os dois excêntricos professores do departamento de Talmud na Universidade hebraica em Jerusalém.
Michael é o primeiro filme de Markus Schleinzer, como diretor e roteirista. E é o filme com o qual o austríaco está competindo no Festival de Cannes à Palma de Ouro. Schleinzer, no entanto, tem em seu currículo apenas (e estou sendo irônica) 64 filmes em seu currículo como diretor de elenco, dentre eles o premiado A Fita Branca (Palma de Ouro, em 2009, e Globo de Ouro de Melhor Filme, em 2010) e A Professora de Piano, ambos do diretor Michael Haneke. Schleinzer também atuou em outros 14 filmes.
Em Michael aborda os cinco últimos meses da vida comum e involuntárioa de Wolfgang, 10 anos de idade, com Michael, 35 anos. 
Cena de Michael
Recomendamos para você