Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 21.06.2011 21.06.2011

Blu-ray leva tecnologia 3D para dentro de casa

Por Danielle Motta

Alguns podem até não se lembrar, mas nos anos 80 e 90 o videocassete representava o que havia de mais avançado em aparelhos eletrônicos para gravar e reproduzir imagens. Depois dele, no final da década de 90 e início dos anos 2000, vieram os DVDs, com maior qualidade de exibição e capacidade de armazenamento em um disco bem menor do que as tradicionais fitas cassetes. Pouco tempo após ser lançado, o DVD passou a ocupar 80% do mercado de videocassetes e, já em 2006, essa tecnologia havia sido totalmente extinta.

Há dois anos, o Blu-ray Disc (BD) tem se consolidado como a alternativa para suceder o DVD. Trata-se de um formato de disco capaz de armazenar mais dados do que seu antecessor, em uma quantidade que vai de 25 a 50 GB, dependendo do tipo de camada que traz: simples ou dupla. Isso significa até cinco vezes mais espaço do que os 4,7 GB do DVD, o que possibilita gravar filmes 1080p Full HD de até 4 horas e gerar conteúdos de imagem e som em alta definição.

Mas, para explorar todo o potencial de imagens em high definition, é necessário utilizar uma TV Full HD de LCD, plasma ou LED e conectá-la a um cabo HDMI, que faz o reconhecimento das diferenças entre o DVD e o Blu-ray.

Conquistando mercados

Para se firmar como tecnologia que substituiria o DVD, foi preciso travar uma verdadeira luta de formato com o HD DVD. O Blu-ray somente ganhou a concorrência porque recebeu apoio de grandes estúdios, como Warner Bros., MGM, Fox e Columbia Pictures. Além disso, como a Sony estava por trás de sua criação, o Blu-ray Disc passou a ser utilizado em todos os jogos do PlayStation 3. O console foi lançado com o Blu-ray Player embutido e, ao ser capaz de ler games e filmes, tornou-se a forma mais vantajosa para adquirir um leitor de Blu-ray no mercado.

Após essa iniciativa, computadores e notebooks também começaram a ser produzidos com leitores de mídia BD. Para disputar com esses eletrônicos, os Blu-ray players, a cada lançamento, incorporam novidades que tornam a tecnologia ainda mais abrangente. Boa parte dos modelos permite conectar-se à internet e transmitir conteúdos virtuais para a televisão via cabo de rede ou wi-fi, através de um roteador. Isso facilitou, por exemplo, o acesso a sites como o YouTube e o Picasa. É possível, ainda, assistir a filmes gravados em DVD ou CD no Blu-ray com melhor definição, utilizando a função upscaling do player.

Mas a principal vantagem do Blu-ray é a capacidade de reproduzir conteúdos com tecnologia 3D em high definition. Isso quer dizer que não é preciso ir ao cinema para ver produções cinematográficas com efeitos tridimensionais. Os novos players permitem rodar conteúdos em terceira dimensão na tela da TV de casa, desde que ela seja compatível com a tecnologia (caso contrário, a exibição será em 2D).

Com a popularização dos televisores 3D e a possibilidade de vivenciar a experiência de cinema no próprio lar, os Blu-rays, enfim, caíram no gosto dos brasileiros, para delírio das grandes produtoras e distribuidoras de filme, que agora estão investindo pesado no formato. Muitas delas já colocam nas prateleiras das lojas os lançamentos de DVD também na versão BD, como é o caso da Europa Filmes. “Desde o ano passado, os investimentos da empresa no formato aumentaram significativamente, com lançamentos mensais e relançamentos de grandes títulos. Algo necessário e natural, levando-se em conta o volume de players injetados no mercado e a redução de seus preços. Agora, o consumidor descobriu um formato com muito mais qualidade para assistir a seus filmes”, aponta Ronaldo Bettini Júnior, gerente de marketing da Europa Filmes.

Há mais de um ano, todos os lançamentos da Fox também já são feitos nos formatos DVD e BD. “Temos investido muito em títulos de catálogo, ou seja, aqueles que já haviam sido disponibilizados em anos anteriores apenas em DVD. O crescimento da base instalada de players, assim como a do PlayStation 3, explica esse maior foco que as distribuidoras têm dado ao Blu-ray”, afirma Hegel Braga, diretor de marketing da Fox Home Entertainment.

Apesar de ainda não existir a oferta de títulos exclusivamente nesse formato, a participação dos Blu-rays nos negócios da Fox tem aumentado a cada mês. “Um grande lançamento chega a atingir quase 30% de seu volume de vendas em BD”, destaca Braga. Mas esse número deve aumentar ainda mais até o final do ano. A empresa se prepara para lançar, no dia 7 de julho, seus primeiros títulos de Blu-ray 3D. A lista de estreia conta com Rio, As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada, A Era do Gelo 3 e As Viagens de Gulliver – todos disponíveis em DVD, BD 2D, BD 3D e Digital Copy.

A Warner Home Video, a Sony Pictures e a Universal Pictures já pisam no terreno de Blu-ray 3D desde 2010. Expresso Polar, Tá Chovendo Hambúrguer, A Casa Monstro, Resident Evil 4: Recomeço e Meu Malvado Favorito são alguns dos principais lançamentos dessas empresas.
 

Filme Enrolados / ©Disney Enterprises, Inc.

Até o final de 2011, é a vez da Walt Disney Studios completar uma lista com, pelo menos, 15 títulos em Blu-ray 3D. Alice no País das Maravilhas, Enrolados e Tron: O Legado foram os primeiros, mas clássicos como O Rei Leão, A Bela e a Fera, Bolt, G-Force e O Galinho Chicken Little também vão ganhar a versão BD 3D em breve.


Filme Alice no País das Maravilhas já está disponível no formato Blu-ray/ Crédito: ©Disney Enterprises, Inc.

Recomendamos para você