Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 12.08.2010 12.08.2010

Bienal Internacional do Livro de São Paulo


   Da Redação
   Foto de Claudia Andujar


> Acompanhe a cobertura da Bienal no Blog de Letras

> Assista à entrevistas em vídeo com alguns dos autores que participam do evento


A 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que começou nestaquinta-feira, dia 12 de agosto, espera receber um número recorde de 700 milvisitantes durante os dez dias do evento. Asportas serão abertas para o público na sexta-feira 13 (no dia 12, a visitação éexclusiva aos profissionais do mercado do livro), com uma palestra de José MojicaMarins sobre o seu personagem Zé do Caixão e um encontro com três escritorespara a discussão do tema “”Por que o mito do vampiro continua vivo?””.

A programação de abertura inclui ainda, às 19horas, o sobrinho-bisneto de Bram Stocker, criador de Drácula, Dacre Stoker, que fala sobre o lançamento da sequência domaior clássico do vampirismo literário. Visitantes que comparecerem fantasiadosao salão no dia da abertura não precisarão pagar ingressos.

Participamda Bienal Internacional do Livro de São Paulo 350 expositores, que representamquase mil selos editoriais. Entre os autores mais representativos estão LygiaFagundes Telles, Pedro Bandeira, Moacyr Scliar, Milton Hatoum, Mauricio deSousa, Ziraldo, Marcelino Freire e Fabrício Carpinejar.

Omaior evento editorial das Américas – que ocupa uma área de 60 mil metrosquadrados (o equivalente a quase oito campos de futebol) do Pavilhão deExposições do Anhembi – coloca a Lusofonia em destaque, juntamente com a obrados escritores Clarice Lispector e Monteiro Lobato e o Livro Digital. Estão programadas1.100 horas de evento, entre debates, palestras e outras atividades. O totalinvestido na Bienal foi de R$ 30 milhões.
 

Clarice Lispector

O escritor norte-americano Benjamin Moser, autor de Clarice, – biografia de Clarice Lispector –, é a atração aguardada pelos fãs da escritora brasileira nascida na Ucrânia. Sob o tema ‘Clarice Lispector: decifrações da esfinge’, o encontro acontece no dia 14, às 15h, e terá a participação da atriz Beth Goulart, que interpreta a autora nos palcos brasileiros.

Lançada em 2009, a biografia escrita por Moser (Why This World: A Biography of Clarice Lispector, no original, em inglês) é resultado de cinco anos de pesquisas.

Assista à entrevista exclusiva com Benjamin Moser no SaraivaConteúdo

 


Espaço Lusofonia

Oescritor moçambicano Mia Couto e os angolanos Ondjaki e José Eduardo Agualusaconfirmaram presença no Salão de Ideias da Bienal de São Paulo. Na primeiramesa, dia 19 de agosto, quinta, às 17h, no Salão de Ideias, o escritor angolanoOndjaki debate o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa com os linguistasPasquale Cipro Neto e Maria Helena de Moura Neves. A segunda mesa, dia 21,sábado, às 19h, chamada de Lusotropicalismo, reúne os escritores angolano JoséEduardo Agualusa e moçambicano Mia Couto também no Salão de Ideias.

> Assista à entrevista exclusivacom Ondjaki e José Eduardo Agualusa no SaraivaConteúdo



OEspaço da Lusofonia promoverá atividades gratuitas para divulgação do ensino doportuguês. Dentro da programação que aborda a Lusofonia, está previsto o“Tributo a José Saramago”, no dia 18, data em que marca dois meses de suamorte. Vão estar presentes João Marques Lopes, biógrafo do escritor, e MiguelGonçalves Mendes, diretor do documentário Josée Pilar, que estreia em setembro, no Festival do Rio. Os organizadores daBienal afirmam que o objetivo desta iniciativa é celebrar a vida e a obra doúnico Prêmio Nobel da Literatura de Língua Portuguesa.


Monteiro Lobato

A programaçãocultural inclui ainda a Exposição Monteiro Lobato. Trata-se de um acervo quemostrará a história de um dos maiores escritores brasileiros do século XX, queficou popularmente conhecido pelo conjunto educativo de sua obra de livrosinfantis, como o Sítio do Pica-Pau Amarelo. Monteiro Lobato escreveu mais dametade de seus livros para o público infanto-juvenil, com a intenção de ajudarna formação intelectual. A outra parte de sua obra é basicamente política, assimcomo sua militância intensa enquanto jornalista e editor. Na exposição, ovisitante terá acesso a história e cronologia de Monteiro Lobato e poderáassistir a apresentações de especialistas sobre a obra do autor.


Palco Literário

NoPalco literário, artistas e personalidades farão leituras de textos literários(escolhidos por eles mesmos). Entre os convidados estão nomes como PauloGoulart, Bianca Rinaldi, Regina Duarte e Zeca Camargo. A curadoria é assinadapelo escritor e novelista Walcyr Carrasco.


Literatura Infantil

Maisde 200 mil crianças estão sendo esperadas pela organização da BienalInternacional do Livro de São Paulo. Existem espaços dedicados exclusivamenteao público infantil, como “Fábulas com a Turma da Mônica” (o universo dasfábulas da literatura mundial); e a atração “O Livro é uma Viagem” – circuitode atividades que irão levar as crianças para dentro de um livro. Além disso,uma biblioteca para bebês exibirá livros e produtos voltados aosrecém-nascidos.


Livro Digital

Olivro digital entrou na programação oficial mesmo antes do início da Bienal. Noauditório Elis Regina, aconteceu o Fórum Internacional do Livro Digital, compalestras sobre o mercado. O inglês John B. Thompson, autor de Books in the Digital Age; o americanoMike Shatzkin, fundador e CEO da The Idea Logical Company; e Jean Paul Jacob,engenheiro eletrônico brasileiro, considerado guru do mundo digital, foram ospalestrantes do evento que discutiu o futuro do livro.

NaBienal, a tecnologia digital estará presentes em debates e no espaço digital daImprensa Oficial do Estado de São Paulo. Os visitantes poderão manipular cercade 50 equipamentos de leitura digital e de navegação pela Internet, ose-readers. Entre as atividades culturais, três mesas abordarão o tema do livrodigital. No dia 19, às 15h, a mesa “”Diversão virtual”” teráAngela-Lago e Marisa Lajolo em debate sobre futuro do livro infantil na eradigital. No mesmo dia, às 19h, “”Literatura em miniatura”” trazescritores experimentais que conversarão sobre o microconto e do impacto deblogs e Twitter sobre a ficção contemporânea (com Marcelino Freire, Fabrício Carpinejar,Verônica Stigger e Michel Laub). No dia 21, às 13h, o tema é “”O romancefora da página””, em que Ana Maria Machado (autora infanto-juvenil), MoacyrScliar (autor de romances inspirados na Bíblia) e Contardo Calligaris(psicanalista que mergulhou na ficção) discutem para onde vai a subjetividadedo escritor e do leitor.


Ingressos

Osingressos custam R$ 10 (público em geral) e R$ 5 (estudantes). Profissionais dosegmento editorial têm entrada gratuita. Professores, profissionais da cadeiaprodutiva do livro e bibliotecários que comprovarem vínculo formal cominstituições e empresas desses segmentos, estudantes inscritos pelas escolas noprograma gratuito de visitação escolar, além de maiores de 65 anos e criançascom até 5 anos não pagam a entrada. Os estudantes que não forem beneficiadospelo programa de visitação gratuita da Bienal do Livro pagam apenas meia. 

 

> Acompanhe a cobertura da Bienal no Blog de Letras

> Assista à entrevistas em vídeo com alguns dos autores que participam do evento

 

Paramais informações sobre a programação, acesse osite oficial da Bienal Internacionaldo Livro de São Paulo.


Serviço

21ª Bienal Internacionaldo Livro de São Paulo
Quando: de 13 a 22 de agosto de 2010
Onde: Pavilhão de Exposições do Anhembi – av. Olavo Fontoura, 1.209, SãoPaulo-SP; das 10 às 22 horas

Recomendamos para você