Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 09.03.2011 09.03.2011

Bastidores do cinema infanto-juvenil

  A Lenda dos Guardiões, baseado nos livros infantis Guardians of Ga’Hoole, de Kathryn Lasky, é a primeira animação dirigida por Zack Snyder

  
Por Danielle Motta

A indústria do cinema infanto-juvenil representa uma bilheteria expressiva e movimenta um mercado com milhares de profissionais que participam na criação de filmes. Alguns nomes se destacam pela presença constante em produções desse estilo, como Thor Freudenthal, que trabalhou em Stuart Little 1 e 2, Um Hotel Bom pra Cachorro e Diário de um Banana – os dois últimos, como diretor. “Tenho facilidade em acessar minhas lembranças de infância, o que torna a criação mais simples. Desenho e leio muitas histórias em quadrinhos e posso relacioná-los ao ponto de vista jovem”, conta Freudenthal.

 

Apesar de ter iniciado a carreira em animações e de ter paixão especial por elas, para Thor, nada se compara ao imediatismo de trabalhar com atores no set. “Tenho prazer em guiar performances e pensar em ideias no exato momento em que elas acontecem. Isso resulta em cenas mais espontâneas. Com crianças, em especial, você precisa encontrar uma linguagem com que se identifiquem e ajudá-las a descobrir momentos em suas próprias vidas que se comparem ao personagem que estão vivendo. Quando se acha o ponto, é incrível o que elas podem fazer”, explica Thor. 

Essas inúmeras possibilidades de criação, aliadas à identificação com as histórias contadas pelo escritor Jeff Kinney, no livro Diário de um Banana, fizeram Thor Freudenthal se interessar pela produção desde o momento em que a leu. “Quando eu tinha a idade de Greg [Heffley, o personagem principal], também fiz meu próprio diário com um mix de texto e desenhos, como no livro. Olhando hoje, vejo muito da teimosia de Greg nas minhas anotações. Isso me deu confiança para fazer um filme pela perspectiva de um garoto de 11 anos”, revela Freudenthal. 

O diretor Zack Snyder também se aventurou no mundo infanto-juvenil. A Lenda dos Guardiões é sua primeira animação, já em 3D. “O filme foi uma grande oportunidade para eu iniciar com o 3D, de aprender sobre essa tecnologia e ver o que ela me oferece de possibilidades como contador de histórias. Ele é tão intenso e rico em detalhes que o espectador pode assisti-lo diversas vezes e ainda se surpreender com pequenas particularidades. Eu mesmo continuo me surpreendendo”, afirma Snyder.

 
No Brasil


Cena de Brasil Animado, o primeiro longa-metragem em 3D produzido no País

O trabalho dos animadores brasileiros também rendeu produções, dentro e fora do país. Atuando nos EUA, Carlos Saldanha dirigiu dois dos filmes de maior bilheteria de todos os tempos: A Era do Gelo 2 e A Era do Gelo 3. Também foi codiretor de A Era do Gelo e Robôs. Em abril, chega aos cinemas a animação em 3D Rio, considerada o seu projeto dos sonhos.

Mariana Caltabiano, recentemente, lançou Brasil Animado, primeiro filme em 3D brasileiro. A aproximação com o público infanto-juvenil fez com que de escritora também passasse a dirigir as próprias concepções. “Criar é sempre um desafio, independentemente do público. Mas prefiro trabalhar para o público infanto-juvenil, porque são bem diretos. Você logo sabe se gostam ou não de algo”, declara Mariana. Apesar de Brasil Animado nem bem ter saído do forno, a diretora já prepara seu próximo filme, Zuzubalândia, em 3D. 

Veterano como roteirista e quadrinista e criador da série Princesas do Mar, do Discovery Kids e TV Cultura, Fábio Yabu se dedica a sua primeira produção cinematográfica, A Última Princesa, um live-action com computação gráfica, em produção pela Bossa Nova Films. “O longa conta a história de uma princesa que tinha tudo, mas era infeliz, pois, na verdade, vivia numa ‘prisão’”, adianta Yabu.

Luzes, câmeras, ação!

O desenvolvimento de tecnologias nas artes gráficas, que proporciona a produção das animações, e as publicações literárias que viram febre entre jovens impulsionam a indústria cinematográfica infanto-juvenil. A série Harry Potter, a saga CrepúsculoAs Crônicas de Nárnia

 
A Lenda dos Guardiões e Diário de um Banana são apenas alguns dos livros que ganharam adaptações para as telonas.

Independentemente do enredo escolhido, para Fábio Yabu, no desenvolvimento do processo criativo, a aproximação com o universo das crianças e jovens é fundamental para analisar os seus comportamentos e entender o que buscam em um filme, para, então, direcionar a comunicação com eles. “É necessário conhecer bem o público, ter algo relevante a dizer. O grande desafio no cinema infanto-juvenil é criar um bom roteiro que faça diferença na vida das crianças e dos adolescentes, que encante, acalente sonhos, construa fantasias. É preciso fazer gargalhar com elegância ou chorar sem apelar”, afirma.

Outra cena de A Lenda dos Guardiões

Para o diretor Thor Freudenthal, um dos segredos de um bom filme é pensar no público como pessoas inteligentes e apresentar conteúdo que seja capaz de ser entendido. “Uma das tarefas mais difíceis é combinar humor sofisticado e estilo para comunicar ideias que eles possam compreender. Se você faz um filme para um público jovem, é melhor pensá-lo como uma produção para todas as pessoas, e não deixá-lo infantil demais. Outro ponto é incluir situações em que reconheçam em seu próprio cotidiano e alguns efeitos divertidos em personagens ‘figurões’”, destaca Freudenthal.

Zack Snyder apostou nessas técnicas em A Lenda dos Guardiões. “Quis fazer um filme em que crianças e adolescentes mergulhassem na aventura, acreditassem na história e pensassem no tema com seriedade”. Por isso, o longa destaca a ideia de seguir sonhos e estar próximo a pessoas que podem se tornar sua família – a exemplo das corujas, que, em situações de perigo, se unem e criam a própria família.  

Programe-se

Depois de Zé Colmeia e Brasil Animado, chegam às salas de cinema em 2011 Gnomeu e Julieta, Rio, Justin Bieber: Never Say Never, Piratas do Caribe 4, Kung Fu Panda 2, Transformers 3, Smurfs, Diário de um Banana 2, Amanhecer: Parte 1 (penúltimo da saga Crepúsculo) e o esperado Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2, último da série inspirada nos livros de J.K. Rowling.

Lançamentos exclusivos

A partir deste mês, o público infanto-juvenil conta com dois lançamentos exclusivos na Livraria Saraiva. O DVD do filmeDiário de Um Banana, baseado no primeiro livro da série de mesmo nome, revela as aventuras engraçadas do garoto Greg Heffley que, ao entrar no ginásio, faz os amigos mais estranhos que se pode imaginar: meninos peludos, sardentos, grandalhões e uma fatia de queijo com piolhos nucleares. O encarte do DVD, que já está disponível para venda, traz o primeiro capítulo do quarto volume da série Diário de Um Banana, de Jeff Kinney (Vergara & Riba), que será lançado em abril.

O DVD A Lenda dos Guardiõesfilme dirigido por Zack Snyder e inspirado nos livros infantis Guardians of Ga’Hoole, de Kathryn Lasky – narra a saga da jovem coruja Soren, que fica fascinada pelas histórias contadas por seu pai sobre os guardiões que lutaram para salvar toda a espécie de seu bando dos inimigos. Soren sonha um dia se tornar como eles, até que o destino a coloca diante de uma grande ameaça para a sua família. A partir do dia 17/03 nas lojas.
 

> Assista à entrevista exclusiva de Mariana Caltabiano e Eduardo Jardim ao SaraivaConteúdo

 

Recomendamos para você