Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 30.11.-0001 30.11.-0001

Barrados no Oscar 2012

Por Marcelo Forlani, do site Omelete
Na foto ao lado, cena do filme O Espião que Sabia Demais
 
E saiu hoje a lista dos indicados ao Oscar 2012. E o mais curioso é que o anúncio aconteceu bem na hora que eu estava no cinema assistindo a um dos indicados a Melhor Filme, Histórias Cruzadas (The Help) – sim, o filme é bom e vale a indicação.
 
Mas o grande assunto (depois de "quem vai ganhar?") é "quem foi injustiçado?". Um dos maiores é O Espião Que Sabia Demais. Outro que não merecia ter ficado de fora é As Aventuras de Tintim. E mais uma vez não adiantou todo o lobby da indústria pela indicação de Andy Serkis, que já merecia por Gollum e mais uma vez ficou de fora com Planeta dos Macacos – A Origem.
 
Entre os atores principais, Michael Fassbender (o Magneto de X-Men – A Primeira Classe), era dado como certo entre os cinco finalistas por seu papel em Shame, assim como Leonardo DiCaprio, o J. Edgar de Clint Eastwood.
 

Para as atrizes, quem levou a pior foi Kirsten Dunst, de Mellancholia (seria ainda reflexo do que aprontou o diretor em Cannes?), e Tilda Swinton, de Precisamos Falar Sobre Kevin. Se a Academia levasse a sério as comédias, poderíamos também falar de Charlize Theron, que fez Jovens Adultos.

Entre a iluminada lista de diretores, ficaram de fora Steven Spielberg, que fez Tintim e o indicado Cavalo de Guerra, e David Fincher, de Millenium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres.
 

Muito estranha esta lista. Cheia de buracos. Tudo bem que nós já sabemos há muito tempo que o Globo de Ouro não é "termômetro" para o Oscar como se dizia, mas a lista chega até mesmo a ser discrepante com os sindicatos. O que será que aconteceu? Teorias da conspiração começando em 3, 2, 1…

Assista ao trailer de O Espião que Sabia Demais
 
 
Recomendamos para você