Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 05.12.2013 05.12.2013

Atores apostam em novos horizontes e estreiam como diretor

Por Edu Fernandes
 
Procurar por trabalhos desafiadores, que possibilitam demonstrar versatilidade, é uma atitude constante para muitos atores. Outros tentam alçar voos ainda mais altos e se aventuram como diretores. Em várias ocasiões, quando estão atrás das câmeras, esses corajosos profissionais também atuam nos filmes.
 
Esse é o caso de Joseph Gordon-Levitt (Lincoln), que estreia como diretor de longas-metragens em Como Não Perder Essa Mulher. Ele vive Jon, um homem que leva uma vida sexual agitada, com conquistas em casas noturnas e muito tempo gasto com pornografia pela internet. Ele terá de deixar de lado essas atividades depois de conhecer Barbara (Scarlett Johansson, de Hitchcock), por quem se apaixona. O filme entra em cartaz no Brasil em 6 de dezembro.
 
Jon é um típico bad boy, um papel diferente daqueles que Levitt normalmente interpreta. A princípio, o diretor não queria ser o protagonista da produção e pretendia ter Channing Tatum (G.I. Joe: Retaliação) no cargo. No final, Joseph ficou com o personagem principal e Channing faz uma participação especial.
 
Historicamente, a decisão de estar no elenco na estreia como diretor muitas vezes é tomada em um segundo momento, por diversas razões.
 
NO SACRIFÍCIO
 
Na fase de pré-produção de O Homem Sem Face (1993), Mel Gibson pensou em alguns atores para o papel do professor Justin. Mas, no final, não ficou contente com os candidatos e resolveu interpretar o papel ele mesmo.
 
Cena do filme O Homem sem Face
 
No caso de Sylvester Stallone, o processo que o fez ficar na frente e atrás das câmeras estava relacionado a mudanças mais profundas. Originalmente, A Taberna do Inferno (1978) contava a história de irmãos negros tentando sobreviver na Nova York dos anos 1940, apesar das adversidades..
 
Com o roteiro a tiracolo, o então aspirante a diretor não encontrava produtores interessados em financiar o título. Para resolver o impasse, ele tomou uma decisão drástica: transformou os personagens em descendentes de italianos. Assim, poderia entrar para o elenco e deixar que seu nome ajudasse no apelo do filme nas bilheterias.
 
Antes de Stallone, Clint Eastwood também foi uma vítima de questões financeiras quando se lançou como cineasta. Os produtores de Perversa Paixão (1971) só concordaram que ele dirigisse o longa se fosse o protagonista. Outra condição imposta no acordo: ele só seria pago como diretor. Eastwood perdeu o cachê de ator, mas o mundo ganhou um diretor com mais de 30 filmes na carreira.
 
SEM SAIR DO GÊNERO
 
Como Não Perder Essa Mulher é uma comédia romântica, um tipo de filme no qual Joseph Gordon-Levitt costuma atuar. Outros diretores estreantes também começaram pelos gêneros que lhe são familiares, como Danny DeVito na comédia Jogue a Mamãe do Trem (1987).
 
Cena do filme Um Dia em Nova York
 
No mundo dos musicais, Gene Kelly fez em Um Dia em Nova York (1949) o que Bob Fosse faria depois em Charity, Meu Amor (1969)  assumir a direção. A diferença é que Kelly também foi protagonista, enquanto Fosse ficou apenas atrás das câmeras.
 
Para completar a lista, Kevin Costner optou pelo drama. Em Dança com Lobos (1990), ele fez sua primeira direção e ainda conquistou o Oscar de melhor filme, diretor e ator.
 
NOVA HOLLYWOOD
 
O trabalho de diretor de cinema só se tornou glamouroso na segunda metade do século 20. Antes disso, eles eram vistos como meros técnicos.
 
Cena do filme Sem Destino
 
A chamada "Nova Hollywood" foi um dos fatores da valorização dos profissionais. Alguns filmes do movimento marcaram a estreia de atores como cineastas. O melhor exemplo é Dennis Hopper em Sem Destino (1969), um dos mais emblemáticos títulos da época.
 
Warren Beatty foi uma figura importante no começo da "Nova Hollywood". Ele estrelou e produziu Bonnie e Clyde – Uma Rajada de Balas (1967), marco inicial do movimento. No entanto, a estreia de Beatty como cineasta foi em O Céu Pode Esperar (1978), já na decadência desse período.
 
Veja o trailer de Como Não Perder Essa Mulher:
 
 
 
 
Recomendamos para você