Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 02.03.2010 02.03.2010

As veredas de Guimarães Rosa

Por Vinicius Valente

A vereda é um tipo de formação vegetal do cerrado brasileiro,formada por buritis, palmeiras e campestres. Comumente encontrada na regiãoCentro-Oeste, em Minas Gerais e na Bahia, a vegetação adquiriu notoriedadeinternacional através das palavras de Guimarães Rosa, compondo o cenário de umadas obras mais importantes da literatura brasileira. É justamente pela relevânciade Grande Sertão: Veredas, que, em 1985, a TV Globo exibiu aminissérie homônima, baseada na obra do escritor. Quem não mora no sertão, mastem vontade de reviver a beleza da obra, basta adquirir o compacto de quatroDVDs na Saraiva.com.br.

A série teve 25 capítulos no total e foi produzida para ascomemorações do aniversário de 20 anos da emissora. Exibida entre 18 denovembro e 20 de dezembro de 1985, teve a direção de Walter Avancini.

A obra gira em torno da história dos amigos de infânciaRiobaldo e Diadorim, interpretados na televisão por Tony Ramos e BrunaLombardi, respectivamente. Após a morte da mãe, Riobaldo, narrador eprotagonista do livro, foge de casa, sendo levado a ingressar em um bando dejagunços, reencontrando Diadorim. Enquanto vai narrando as grandes lutas dosbandos sertanejos, Riobaldo descreve a personalidade de cada personagem erevela os códigos de honra do sertão. Porém, essas aventuras não trazem satisfaçãoao protagonista que, aos poucos, vai vendo que seu único interesse é Diadorim.Com o passar do tempo, Riobaldo percebe que ama o amigo e se vê cada vez maisfrustrado diante da impossibilidade de realizar seu sentimento. O protagonistapede ao amigo para partir junto com ele, mas Diadorim se recusa a abandonar obando antes de vingar a morte de seu pai, Joca Ramiro (Rubens de Falco),assassinado por Hermógenes (Tarcísio Meira), líder de um grupo rival. Em umduelo, Diadorim consegue matar Hermógenes, porém não sem ser ferido fatalmente.Quando fica sabendo da morte do amigo, Riobaldo cai em desespero e, diante docorpo despido de vida e roupas, descobre o grande segredo do amigo: Diadorimera, na verdade, uma mulher.

O romance Grande Sertão: Veredas éconsiderado uma das mais significativas obras da literatura brasileira. Publicadoem 1956, aobra tem mais de 600 páginas e não é dividida em capítulos. No livro,o autor uniu elementos do experimentalismo linguístico da primeira fase domodernismo e a temática regionalista da segunda fase do movimento, criando umaobra única na literatura nacional. 

João Guimarães Rosa nasceu nomunicípio de Cordisburgo, Minas Gerais, em 1908. Além de escritor, foi médico ediplomata. Suas obras foram marcadas pelo realismo mágico, regionalismo einvenções lingüísticas. Foi eleito por unanimidade para a Academia Brasileirade Letras, em 1963. Com medo de ser tomado pela emoção, seguiu adiando acerimônia de posse por quatro anos. Em 1967, decidiu enfim assumir sua cadeira,porém, faleceu três dias depois. Além de Grande Sertão: Veredas, o escritor assina a autoria das obras Magma (1936), Sagarana (1946), Com o vaqueiro Mariano (1947), Corpo de baile (1956), Primeiras Estórias (1962), Campo geral (1964), Noites do sertão (1965) e Tutaméia – terceiras estórias (1967).


> Confira Guimarães Rosa na Saraiva.com.br


> Assista à alguns trechos da minissérie 





Recomendamos para você