Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 06.05.2013 06.05.2013

As mães mais excêntricas das séries de TV

Por Thaís Ferreira 
 
“Mãe é tudo igual, só muda de endereço”. Essa frase é repetida por filhos ao longo de gerações.
 
O ditado exalta como o instinto maternal torna as mulheres parecidas umas com as outras, seja na hora de dar bronca ou de reclamar, seja na hora de proteger a cria. 
 
Mas se a frase vale para vida real, o mesmo não se pode dizer ficção. Nas novelas, nos romances, nos filmes e até mesmo nos seriados, as mães são representadas das mais diversas formas.
 
Para comemorar o Dia das Mães, o SaraivaConteúdo escolheu as matriarcas mais excêntricas das séries de televisão.
 
 
 
 
 
 
NANCY BOTWIN – WEEDS
 
A mãe que cultiva maconha de Weeds
 
Nancy (Mary-Louise Parker) era uma dona de casa pacata que vivia em um típico subúrbio norte-americano. Após a morte repentina de seu marido, ela tem que sustentar a casa e os dois filhos. Na tentativa de manter o mesmo padrão de vida, Nancy decide vender maconha para os seus vizinhos.  
 
Sem experiência na área, e contando com ajuda de seu parceiro Doug Wilson (Kevin Nelaon), ela acaba se envolvendo em muitos problemas por causa dos negócios relacionados à sua atividade ilegal.
 
JULES COBB – COUGAR TOWN
 
Jules Cobb, a mãe que namora homens mais novos
 
Ela já passou dos 40 está recém-divorciada e com um filho adolescente para criar. Vivida por Courteney Cox (a eterna Mônica, de Friends), Jules é uma “Cougar”, termo em inglês para “puma”, uma mulher madura e de ótima aparência, que atrai homens mais jovens. 
 
Sem muito jeito, ela tenta recomeçar a sua vida amorosa com a ajuda das amigas Ellie Torres (Christa Miller) e Laurie Keller (Busy Philipps). Sempre muito atrapalhada e superprotetora, Jules constantemente envergonha seu filho Travis (Dan Byrd). 
 
EVELYN HARPER – TWO AND A HALF MEN
 
A mãe namoradeira de Charlie Harper
 
Ela é o tipo de mulher que troca de marido várias vezes e não se importa com as consequências. Não é a toa que seus filhos, Charlie (Charlie Sheen) e Allan Harper (Jon Cryer), tornaram-se adultos com problemas com as mulheres.
 
Durante as nove primeiras temporadas do seriado, ela namorou, casou, ficou viúva e teve relacionamentos homossexuais, além disso, infernizou a vida da sua prole.
 
CLAIRE DUNPHY – MODERN FAMILY
 
Claire tenta manter sua família unida, em Modern Family
 
Uma empresária bem sucedida que, no passado, abandonou a carreira para se dedicar exclusivamente à maternidade. Mãe de uma adolescente cheia de hormônios, de uma garota inteligente e revoltada e de um menino com problemas de socialização. Essa é a Claire (Julie Bowen), de Modern Family.
 
Ela tenta aceitar o casamento de seu pai com uma mulher mais nova, ajudar seu irmão gay e manter sua família unida, mas vive surtando para que isso aconteça.   
 
FRANKIE HECK – THE MIDDLE
 
A bagunçada família de The Middle
 
Mãe de uma família norte-americana, Frankie Heck (Patricia Heaton) vive cansada. Além de trabalhar em uma concessionária de carros, ela tem que lidar com os problemas de seus três filhos: Axl (Charlie McDermott), um esportista irresponsável que não se importa com estudos; Sue (Eden Sher), que não consegue entrar em nenhum grupo da escola; e o caçula Brick (Atticus Shaffer), muito inteligente, mas que não consegue interagir socialmente. 
 
Ela se esforça para conciliar todas as suas tarefas, mas não consegue terminá-las da forma correta e acaba deitada no sofá assistindo televisão. 
 
ROCHELLE – EVERYBODY HATES CHRIS
 
Rochelle, a mãede Chris
 
“Eu não preciso disso, meu marido tem dois empregos” é o famoso bordão dessa personagem. A frase é pronunciada toda vez que alguma coisa dá errado no trabalho de Rochelle (Tichina Arnold) que, por causa de sua atitude, não consegue permanecer por muito tempo em nenhuma função.
 
Durona, ela mantém seus três filhos (Chris, Drew e Tonya) longe dos perigos da criminalidade que ronda o Brooklyn na década de 1980. Para conseguir isso, ela não hesita em aplicar castigos físicos.  
 
 
Christine: uma mãe tentando superar o divórcio
 
Divorciada, ela procura loucamente por um novo relacionamento. Enquanto isso, seu ex-marido se relaciona com uma mulher mais nova e com o mesmo nome que ela. Esse é a história da vida da atrapalhada Christine Campbell (Julia Louis-Dreyfus).  
 
Mãe do pequeno Ritchie (Trevor Gagnon), ela ainda tem que lidar com preconceito e julgamento das outras pessoas. 
 
SAMANTHA – A FEITICEIRA
 
Tabatha e sua mãe feiticeira
 
E se sua mãe pudesse fazer qualquer mágica apenas mexendo o nariz? Esse é o caso de Tabatha (Erin Murphy) e Adam Stephens (David Lawrence), filhos de Samantha (Elizabeth Montgomery). Ela tenta se passar por uma dona-de-casa normal, mas sua verdadeira identidade é de uma poderosa feiticeira. Mesmo evitando usar os seus poderes, ela sempre se mete em confusão por causa de suas bruxarias. 
 
RILEY PARKS – THE CLIENT LIST
 
Jennifer Love Hewitt em cena de The Client List
 
Após o marido a deixar sem nenhuma explicação, Riley (Jennifer Love Hewitt) tem contas para pagar, uma hipoteca vencendo e dois filhos para criar. Desesperada, ela aceita trabalhar como massagista em um SPA.  Logo, descobre que o lugar é na verdade um prostíbulo de luxo que atende  a uma lista de clientes especiais.  
 
BREE VAN DE KAMP – DESPERATE HOUSEWIVES
 
A mãe que quer tudo perfeito em Desperate Housewives
 
Ela quer que tudo esteja perfeito: roupas impecáveis, jantares deliciosos e um belíssimo jardim. Bree não aceita que nada esteja fora do lugar. Mas durante as temporadas de Desperate Housewives, o mundo certinho dessa mãe começa a se modificar: seu filho comete um crime, seu marido pede divórcio e sua filha adolescente engravida.
E a sua mãe, se parece com alguma dessas?
 
 
 
Recomendamos para você