Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 22.05.2014 22.05.2014

A parceria dos dois Professores Xavier

Por Edu Fernandes
 
No ano passado, um dos pontos altos da Comic Com foi o painel que uniu os atores de X-Men: Primeira Classe (Fox) e o elenco dos três primeiros filmes sobre o grupo de mutantes. Eles se juntaram para anunciar X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (Fox), produção com todos esses atores que chega aos cinemas em 22 de maio.
O enredo do filme é baseado em uma das mais populares sagas vividas pelos heróis nas páginas dos quadrinhos. No futuro, robôs gigantes chamados Sentinelas caçam mutantes impiedosamente. A única esperança de salvação é enviar Wolverine (Hugh Jackman, de Os Suspeitos) de volta no tempo para o ano de 1973 com a missão de mudar o curso da História e evitar a guerra.
Com essa premissa, entram em cena novos personagens e as duas versões dos mutantes já vistos nos filme anteriores. Patrick Stewart (Ted) e James McAvoy (Em Transe) são os responsáveis por encarnar Professor Charles Xavier na maturidade e na juventude. A dupla esteve no Brasil e falou em coletiva de imprensa sobre suas participações na franquia.
“Foi um teste para os nervos assumir o posto de Charles Xavier já no filme anterior”, confessa McAvoy. “Agora que estamos os dois no mesmo filme foi pior, mas Patrick e todo o pessoal do elenco me deram muito apoio.”
 
Atores são fotografados durante coletiva de imprensa em São Paulo
Patrick Stewart também relembrou como começou seu trabalho na pele do líder dos X-Men. “No começo, eu estava com medo de aceitar o papel porque eu já era muito reconhecido e marcado por outro personagem de ficção científica”, falou o ator em referência ao Capitão Jen-Luc Picard de Star Trek. “O diretor Bryan Singer me garantiu que dessa vez seria diferente, porque é um filme que fala de algo. É isso que o diferencia de outros filmes de ação.”
X-Men: Dias de um Futuro Esquecido marca a união de antigos inimigos. Por se tratar de um inimigo em comum e muito poderoso, Professor X e Magneto (Ian McKellen, de O Hobbit: A Desolação de Smaug) deixam suas diferenças para trás e lutam no mesmo lado na guerra.
“Xavier acredita na negociação, prefere dialogar antes de tomar ações, mas nesse filme ele não tem essa oportunidade”, explica Stewart. “A ação é necessária porque temos uma iminente ameaça a toda a humanidade.”
 
No passado, Magneto (Michael Fassbender, de branco) é preso
James tem uma impressão semelhante do personagem que interpreta. “A melhor característica de Charles é a empatia”, relata. “Por isso que ele é capaz de sentir a dor dos outros e dar esperança aos demais.”
Com os elogios que Dias de um Passado Esquecido vêm angariando, é certo que em breve veremos novas aventuras dos mutantes na tela grande. Há projetos de outros filmes-solo como os de Wolverine, e X-Men: Apocalypse tem a estreia prevista para 27 de maio de 2016.
“Espero que no próximo filme possamos ver a transformação no Charles que conhecemos”, disse McAvoy. “Estou empolgado em ficar careca para o próximo filme. Havia uma cena em que falávamos da perda de cabelo nesse filme, mas foi cortada. No final, foi bom porque eu acho que essa transformação tem que acontecer toda em um só filme.”
 
No futuro, mutantes travam guerra
Na coletiva de imprensa também houve elogios entre os atores. “Eu admiro o talento intuitivo de James, algo que eu nunca tive e fui buscar com muito treinamento”, falou Stewart. “Ele tem uma habilidade de atuar em alta qualidade e ainda assim se divertir muito no set.”
“Patrick tem uma presença de cena impressionante, e eu acho que essa qualidade não pode ser aprendida ou treinada”, rebateu McAvoy.
Veja o trailer de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido:
 

 
 
Recomendamos para você