Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 19.01.2011 19.01.2011

A PALAVRA DA PERIFERIA

A segunda edição do APALPE – A Palavra da Periferia – vai transformar a Lapa, no Rio de Janeiro, num território de intervenções urbanas nos dias 20, 21 e 22 de janeiro.
O projeto, coordenado por Heloisa Buarque de Hollanda e Marcus Vinicius Faustini, foi concebido a partir do romance Guia Afetivo da Periferia, de Faustini, que foi transformado em metodologia de produção de memórias da vida na cidade com estratégias de palavra, corpo e território.
Programação:
DIA 20 /01 – Quinta
18h – Sarau Apalpe
O Apalpe recebeu inscrições de atores, cantores, poetas, bailarinos e performers de toda a metrópole para se apresentarem no sarau. Serão R$3.000,00 em prêmios distribuídos pelo júri e também por voto popular. As inscrições estão encerradas.
Júri composto por:
Beá Meira – arquiteta, arte-educadora e artista plástica
João Luiz – Assessor de Cultura da Universo e poeta
Numa Ciro – atriz, cantora e performer
DIA 21 – Sexta – Apalpe.Processos Criativos
16h – Roda de Processo Criativo Apalpe – um debate sobre a metodologia no processo do projeto Apalpe que desenvolve oficinas desde julho de 2010, com 35 artistas e ativistas culturais de toda a metrópole.
Mesa composta por:
 Écio Salles – Escritor, pesquisador em cultura e Secretário de cultura de Nova Iguaçu
George Araújo – Produtor Audiovisual
Rafaelle Monteiro – Socióloga
18h – Processo. Vídeo Guia Afetivo – Oito vídeos inéditos criados pelos alunos da Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu a partir do romance Guia Afetivo da Periferia de Marcus Vinícius Faustini serão exibidos para o público. Uma banca avaliará a defesa dos projetos feita pelos autores. Haverá premiação em dinheiro.
Banca composta por:
Carlos Alberto Mattos – Jornalista, crítico de cinema e pesquisador
Ivana Bentes – Crítica de cinema
Luis Carlos Nascimento – Cineasta e Coordenador do Cinema Nosso
20h – Processo.Cenas – Esquetes teatrais serão apresentadas pelos participantes da oficina Apalpe, através de adaptações dos textos literários produzidos pelos jovens autores do projeto. Além do júri o público também escolherá a melhor esquete.
Banca composta por:
Daniel Shencker – Crítico de teatro e jornalista
Jô Bilac – Dramaturgo
Márcia do Valle – Atriz
DIA 22 – Sábado – Oficinas.Encontros
16h00 às 18h00 – Oficina Ação e Criação Poética com Sérgio Vaz –  As inscrições estarão abertas entre os dias 12 e 19 de janeiro. 

19h00 – Lançamento do programa de auditório A palavra da periferia, comandado por Marcus Vinícius Faustini e transmitido via internet.

Recomendamos para você