Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 30.11.-0001 30.11.-0001

‘A Culpa É das Estrelas’: casal de sucesso

Por Edu Fernandes
 
Uma das características que mais causam admiração em relação a atores é a capacidade de desempenhar papéis totalmente diferentes em filmes. Apesar da curta carreira, Shailene Woodley (Os Descendentes) e Ansel Elgort (Carrie, a Estranha) provam fazer parte desse tipo de intérpretes em função de suas participações em A Culpa É das Estrelas (Fox). O longa entra em cartaz em 5 de junho.
Na adaptação cinematográfica do romance homônimo de John Green, eles vivem um casal de jovens em uma intensa história de amor, apesar de suas vidas serem tocadas pela sombra do câncer. O livro que originou o roteiro acumula fãs pelo mundo.
Shailene Woodley é Hazel, que luta contra o câncer há anos e agora precisa estar sempre ligada a um tanque de oxigênio, carregado para todo lado em uma mochila. Ela é uma paciente terminal e seus pais temem que a moça entre em depressão. Por isso, fazem Hazel frequentar um grupo de apoio a jovens com essa doença.
É em uma dessas reuniões que ela conhece Gus, papel desempenhado por Ansel Elgort. O rapaz já venceu a batalha contra o câncer, o que lhe custou parte da perna. Gus se esforça para viver ao máximo, porque tem ciência de que o fantasma da doença está sempre à espreita.
 
Shailene Woodley em cena de A Culpa É das Estrelas
O amor entre os dois nasce logo no primeiro encontro, e Gus não mede esforços para conquistar o coração de Hazel. Ela prefere manter a relação no campo da amizade, por causa de sua condição. A garota quer minimizar a dor que causará em Gus quando ela morrer.
A constatação da versatilidade dos atores principais de A Culpa É das Estrelas se dá pela comparação com seus papéis em Divergente (Paris). Na franquia baseada na série de livros de Veronica Roth, eles vivem um casal de irmãos em um futuro distópico, no qual as pessoas se dividem em cinco facções, de acordo com suas funções na sociedade.
Shailene é Beatrice e Ansel é Caleb, membros de uma família da Abnegação, dedicados à caridade. Quando chegam à idade adulta, os jovens fazem um teste para determinar em qual facção melhor se encaixam e depois declaram suas intenções em uma cerimônia pública. Tradicionalmente, os jovens mantêm-se em suas facções de origem.
 
Shailene e Ansel contracenam no filme Divergente
Caleb segue para Erudição e Beatrice vai para os Audaciosos. Em um primeiro momento, tanto a protagonista de Divergente quanto a de A Culpa É das Estrelas partilham do fato de causar sofrimento aos pais, seja por abandonar a facção ou pela morte prematura. No entanto, as semelhanças param aí.
No teste de aptidão, é diagnosticado que Beatrice não se encaixa em apenas uma das facções, uma anomalia rara que é perseguida na sociedade distópica. Ela precisa esconder sua natureza divergente se não quiser se tornar uma pária.
Em seu caminho, a moça conhece outras pessoas como ela e percebe que terá de fazer parte de uma revolução. Portanto, enquanto o destino de Hazel já está selado pelo câncer, Beatrice tem todo um futuro de lutas pela frente.
 
Beatrice é vítima de perseguições em Divergente
Na Erudição, Caleb também percebe que a perfeição da sociedade em que vive não passa de um jogo de aparências. Ele sabe que terá de se aliar a sua irmã se quiser conquistar um mundo mais justo. Caleb começa sua jornada com uma inocência que é oposta à consciência que Gus demonstra em suas falas de A Culpa É das Estrelas.
Na vida real, Shailene e Ansel estão com trabalho garantido até 2016, quando será lançado o último capítulo da franquia futurista. Suas participações em A Culpa É das Estrelas provam o talento artístico, mas também servem para que ambos não fiquem marcados por seus papéis nos filmes de aventura.
Veja o trailer de A Culpa É das Estrelas:
 

 
Recomendamos para você