Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 08.03.2013 08.03.2013

A crise dos 40 nos cinemas

Por Thaís Ferreira
 
A expectativa de vida para os brasileiros é, segundo o IBGE, de 74 anos. Nos Estados Unidos, esse número salta para 78. Já para os nossos vizinhos argentinos, a média é de 77. Essas estatísticas indicam que, por volta dos 40 anos, as pessoas atingiram a metade de suas vidas.
Ao chegar nessa idade, é comum que os indivíduos comecem a questionar suas escolhas no amor e na carreira, além de tomarem novas decisões sobre o futuro. Essa crise é a temática de dois filmes que estreiam nas telonas: Bem-vindo aos 40 e 2 mais 2.
Com perspectivas diferentes, ambas muito bem-humoradas, essas duas comédias contam a história de casais que enfrentam as dificuldades dessa fase da vida. 
OS 40 NA CONCEPÇÃO NORTE-AMERICANA
Para os estadunidenses, na meia-idade a maioria das pessoas já está vivendo o chamado “sonho americano”, em suas grandes casas sem portão, com os filhos brincando no imenso jardim, um emprego estável e um carro na garagem. Bem-vindo aos 40, ainda sem data de estreia no Brasil, mostra que nem todos chegam ao final feliz com o passar dos anos.
A comédia marca o retorno dos personagens Debbie (Leslie Mann) e Pete (Paul Rudd) aos cinemas. O casal apareceu pela primeira vez no longa Ligeiramente Grávidos, de 2007, protagonizado por Katherine Heigl e Seth Rogen. Apesar de coadjuvantes nesse enredo, eles já mostravam as dificuldades de um relacionamento ao longo do tempo.
No novo filme, que, assim como o primeiro, é dirigido por Judd Apatow (marido da atriz Leslie Mann), eles protagonizam um par de quarentões que enfrenta os conflitos desse período: ela tem medo de envelhecer e não assume sua idade, ele tem questionamentos sobre sua carreira. Apesar de se amarem, possuem grandes problemas de convivência e o relacionamento já não é mais o mesmo.
 
O longa foi considerado pela crítica um dos melhores trabalhos de Apatow, que já dirigiu O virgem de 40 anos e Tá Rindo do Quê? .
Assista ao trailer:
 
A VISÃO ARGENTINA
Do outro lado da linha do equador, o filme 2 mais 2 também retrata as angústias dos casais na faixa dos 40. Com toques de ousadia sexual e uma mistura de comédia e drama, a película foi lançada na Argentina em 2012 e chega aos cinemas brasileiros no próximo dia 26 de abril.  
Dois casais de amigos levam vidas distintas: Diego (Adrián Suar) e Emília (Julieta Díaz) têm um filho de 14 anos e vivem uma vida familiar comum; já Richard (Juan Minujín) e Betina (Carla Peterson) decidiram não ter filhos e escolheram ter uma vida cheia de liberdade. A segunda dupla propõe à primeira uma troca de parceiros sexuais.
Cansada da rotina de casada, Emília gosta da ideia, enquanto seu marido não quer colocar seu casamento em risco. A situação leva os protagonistas a repensarem seus relacionamentos e suas escolhas no passado.
Dirigido por Diego Kaplan, que estrou no cinema com Sabes nadar?, em 2002, o longa foi indicado a nove categorias dos prêmios da academia argentina.
Veja o trailer de 2 mais 2:
 
MAIS CRISES DA MEIA-IDADE
Outros filmes também retratam com bom humor a crise da meia-idade. Quando Me Apaixono, de 2007, por exemplo, conta a história da professora April Epner (Helen Hunt), que sente seu relógio biológico despertar para a vontade de ter filhos aos 40 anos. Seu marido Ben, interpretado por Matthew Broderick, não sente essa necessidade, e eles acabam terminando a relação.
Durante o mesmo período, sua mãe adotiva morre e ela encontra sua mãe biológica Bernice Graves (Bette Midler). Para complicar a história, April se apaixona por Frank (Colin Firth), pai de um de seus alunos. Apesar do elenco hollywoodiano e prêmios em festivais norte-americanos, a produção estreou nos cinemas nacionais apenas em 2010 e não teve grande repercussão.
Assista ao trailer de Quando Me Apaixono:
 
A crise masculina dos 40 é satirizada no longa O Virgem de 40 anos (2005). O protagonista Andy Stitzer (Steve Carell) vive uma rotina pacata, com um emprego em uma loja de televisores e uma coleção de bonecos de ação. Seus colegas de trabalho descobrem seu grande segredo: aos 40 anos, ele ainda é virgem. Eles começam a tramar planos para que ele tenha sua primeira noite de sexo.
Veja o trailer de O virgem de 40 anos:
 
Fora dos roteiros norte-americanos e voltando às produções argentinas, Ninho Vazio, de 2008, mostra a história de um casal em crise de meia-idade. A história começa quando os três filhos saem de casa. A esposa Martha (Cecilia Roth) sente-se solitária e começa a ter uma vida social intensa, enquanto o marido Leonardo (Oscar Martínez) se fecha em seu mundo solitário. O longa é dirigido por Daniel Burman, de Abraço Partido e As Leis de Família
O filme Divã (2009) é o representante brasileiro da crise dos 40. Mercedes (Lília Cabral) é casada e mãe de dois filhos, mas não está contente com sua vida e procura um psicanalista. A partir de seu tratamento, sua trajetória começa a mudar: ela se separa do marido e inicia uma nova fase de autoconhecimento. 
Veja o trailer de Divã:
 
 
 
Recomendamos para você