Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 31.08.2011 31.08.2011

A aposta nos jovens e nas mulheres

Por Julia Laks
Anne Rice e Young certamente arrastarão milhares de fãs para o Riocentro, mas eles não são os únicos. Uma das grandes apostas do evento está na programação do Conexão Jovem. “Temos autores adorados e fortes nas mídias sociais, onde os adolescentes se comunicam, como Alyson Noël, Lauren Kate, Hilary Duff e os nacionais Eduardo Spohr e Thalita Rebouças. Acreditamos que há um boca a boca virtual e esperamos bastante movimentação para a atração”, diz Sonia, pouco antes de lembrar que esses leitores têm uma forma diferente de lidar com os autores. “Muitos tratam o escritor como um pop star, como um ídolo do rock, é muito divertido”, comemora.
Thalita Rebouças é uma das que já sentiu tamanho carinho. “A Bienal de 2009 foi memorável e espero que esta seja melhor ainda”, fala animada. A escritora trabalha no evento a trama de Era Uma vez Minha Primeira Vez, mas conta que sempre assina diferentes títulos. Com mais de um milhão de livros vendidos, fã-clubes e projetos para o teatro e para o cinema, ela pode até não saber explicar as razões de seu sucesso, mas é bastante consciente de seu trabalho. “Respeito meus leitores e não quero passar nenhum tipo de lição de moral, não quero ser a tia chata. Mostro situações que façam com que eles reflitam e tirem suas próprias conclusões”, conta.
 
Tal preocupação certamente é percebida por seus admiradores, que também apreciam o uso de uma narrativa que definem como simples, sem complicações. “Ela conta as histórias com uma linguagem teen, uma linguagem que a gente usa”, exemplifica a jovem Carolina Fung, que também observa o mesmo traço em Alyson Noël. A autora americana ultrapassou a marca de 6 milhões de livros vendidos nos Estados Unidos, 300 mil no Brasil, e lança agora na Bienal Infinito, o sexto volume da série Os Imortais. O porquê da identificação com seus livros, ela tampouco consegue afirmar, mas arrisca alguns palpites como o conceito de alma gêmea tratado. “Ter um par perfeito que permanece contigo por incontáveis vidas, encarnações, é uma ideia incrivelmente romântica, que torna o mundo menos solitário às vezes”, pontua. E a fã Denise Medeiros concorda: “ela soube falar sobre imortalidade por uma nova perspectiva, abordando nossos sonhos de conquistar o homem ideal”.
 
 

Alyson Noël
Mulheres como Denise, que representam 60% dos visitantes da Bienal, ganham ainda uma programação direcionada a elas no Mulher e Ponto, espaço onde Dilma Rousseff concede, inclusive, entrevista à jornalista Mônica Waldvogel. Na mesa inaugural, a presidente conta sobre as tramas que a marcaram e aborda o hábito da leitura para a formação de um cidadão. A feira conta também com o Maré de Livros, voltado para o público infantil, e com o Livro em Cena, que recorda clássicos como Guimarães Rosa, Rubem Braga e Castro Alves, buscando agradar todos os seus visitantes com atrações diversas. “Nossa meta é promover o encontro do escritor com seu leitor. Acho que ambos estarão felizes entre livros”, diz Sonia, entusiasmada. Que assim seja!
 
 
Leia Mais
 
 
 
 
 
 
 
Recomendamos para você