Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Filmes e séries 17.12.2009 17.12.2009

2009 de Gloria

Por Vinicius Valente

Época de final de ano é sempre marcada pelo clima de natal,reveillon e claro, as esperadas retrospectivas. Pois bem, o fim de 2009 chegoujuntamente com seus apanhados, que precisam reservar um espaço considerávelpara Gloria Pires e suas façanhas dos últimos doze meses. Ao longo do ano, aatriz protagonizou três produções ansiosamenteesperadas pelos fãs do cinema nacional. São elas Se eu fosse você 2, Éproibido fumar e Lula, o filho doBrasil. Será que o ritmo acelerado de trabalhos continua em 2010?

Atualmente, Gloria está em cartaz com É proibido fumar, de Anna Muylaert. Antes de estrear no circuitoaberto, o longa foi exibido, em novembro, no 42° Festival de Brasília do CinemaBrasileiro, onde faturou nove prêmios, dentre os quais o de “melhor filme”(júri oficial), “melhor ator” e “melhor atriz”. Na trama, Gloria é Baby, umaprofessora de violão romântica e solitária, que sonha em viver um grande amor.Ela vê a possibilidade de concretizar seu desejo na mudança de Max (PauloMiklos), um músico de bar recém-separado, para o apartamento vizinho. Natentativa de alcançar o amor, Baby abandona o vício do cigarro, um antigocompanheiro para momentos de solidão. O elenco écomposto ainda por Marisa Orth, Paulo César Pereio, Antonio Abujamra, AndréAbujamra, Lourenço Mutarelli, além da cantora Pitty.

Lula, o filho do Brasil também esteve no Festival de Brasília, sendo o filme de abertura. O longa teveo orçamento de R$ 12 milhões, se tornando o mais caro da história do cinemabrasileiro. A história de Lula será exibida em mais de 500 salas no Brasil, apartir de 1° de janeiro de 2010. O enredo aborda a vida do presidente Luladesde seu nascimento, em 1945, no sertão de Pernambuco até 1980, quando foiconsagrado como líder sindical no ABC paulista. A entrada nos anos 1980 foimarcada também pela morte da mãe de Lula, Dona Lindu, interpretada por Gloria.Rodeada por diversas dificuldades, ela criou, sozinha, oito filhos, seguindo olema “Nesta família ninguém vai ser ladrão ou prostituta”. A trajetória deLula, interpretado por Rui Ricardo Diaz, passa pela perda da primeira mulher,Lurdes (Cleo Pires), e do filho. Dona Marisa ganhou o rosto e voz de JulianaBaroni e Milhem Cortaz revive Aristides, o pai violento. O longa foi filmado emPernambuco e São Paulo, entre janeiro e março de 2009. De acordo com osprodutores, após a estréia serão realizadas sessões especiais para comunidadespobres urbanas e cidades da zona rural onde não existem cinemas.

Se eu fosse você 2 estreou em janeiro de 2009 com um público de 560 mil espectadores no primeirofinal de semana, sendo a maior abertura da temporada até então. A seqüência,estrelada por Gloria e Tony Ramos, tornou-se a maior bilheteria do cinemanacional após sua quinta semana em cartaz, ao ultrapassar os 5.319.677espectadores de Dois filhos de Francisco (2005). No enredo, o casal Cláudio e Helena novamente troca de corpos. Destavez, os dois estão prestes a se separar, sendo que a confusão começa em umadiscussão em pleno elevador, após a primeira reunião do divórcio. Como ocorridono filme precursor, um tem de passar a viver a vida do outro, o que geradiversas cenas cômicas, protagonizadas por um Tony Ramos afeminado e GloriaPires falando grosso, no estilo machão. O conflito é ampliado pela filha docasal (Isabelle Drummond), que está grávida e não tem coragem de contar para ospais. O longa, dirigido por Daniel Filho, tem seu elenco completado por CássioGabus Mendes, Vivianne Pasmanter, Marcos Paulo, Chico Anysio e Maria Luisa Mendonça.

Nascida no Rio de Janeiro em 1963, Gloria Pires começou naTV Excelsior em 1969. Aatriz, filha do ator Antônio Carlos, participou de várias novelas da RedeGlobo, como “Selva de pedra”, “Dancing Days” e “Cabocla”. Sem passar peloteatro, estreou no cinema como protagonista de Índia, a filha do sol (1982), de Fábio Barreto. Os trabalhosseguintes foram Memórias do cárcere(1982), de Nelson Pereira dos Santos, Besamemucho (1985), de Francisco Ramalho Jr e Jorge,um brasileiro (1988), de Paulo Thiago. Na década de 1990, Gloria foi voltou atrabalhar com Fábio Barreto em Oquatrilho (1996). Seguiu atuando em Oguarani  (1995), de Norma Bengell, Pequenodicionário amoroso (1996), de Sandra Werneck e na adaptação para os cinemasda peça de Miguel Falabella, A partilha (2001),dirigida por Daniel Filho. Voltou a trabalhar com o diretor em 2006 no sucesso Se eu fosse você.

Atualmente, a atriz mora em Paris com o marido, o músicoOrlando Morais e seus filhos Antonia, Ana e Bento. Já foi casada com o cantor eator Fábio Jr, com quem teve a filha Cleo Pires, também atriz.

Gloria está escalada para a próxima novela de Gilberto Bragana TV Globo. Sua personagem vai se chamar Norma, uma viúva solitária sem filhose parentes. Em 2009, completou 40 anos de carreira. Para comemorar o currículorecheado com 30 novelas e 13 filmes, a atriz vai lançar 40 anos de Gloria, sua biografia. O livro, escrito por EduardoNassife e Fábio Fabrício Fabretti, conta com depoimentos de amigos e colegas deprofissão, como Chico Anysio, Daniel Filho e Gilberto Braga. Que ano, hein?

> Confira o site oficial da atriz


 

Share |

Recomendamos para você