Saraiva Conteúdo por Saraiva Conteúdo Livros 16.09.2013 16.09.2013

15 criaturas fantásticas e suas origens da série Harry Potter

Por Míriam de Souza
 
Continuando a homenagem aos 15 anos da chegada de Harry Potter aos Estados Unidos, o tema agora são as criaturas apresentadas na série.
 
São tantas raças fantásticas que J. K. Rowling até lançou o livro Animais Fantásticos e Onde Habitam.
 
O SaraivaConteúdo conta para você de onde veem essas criaturas.
 
 
1. ACROMÂNTULA (ARAGOGUE)
 
Na mitologia grega, uma garota chamada Aracne afirmou bordar melhor do que a deusa Atena e acabou sendo transformada em aranha como punição. O termo "acromântula" é usado apenas em Harry Potter e, de acordo com o professor Slughorn, o veneno desses monstros é muito valioso.
 
Aragogue, a aranha
 
2. BASILISCO
 
Em A Câmara Secreta, esse monstro ultrapassava os 15 metros de comprimento. Na versão de Rowling, ele nasce quando um sapo choca um ovo de galinha. A criatura foi mencionada na Grécia Antiga e na Bíblia de várias maneiras, mas costuma ser menor e nasce de um ovo de sapo chocado por um galo. As duas versões têm um olhar mortal.
 
3. CENTAURO
 
Metade homens e metade cavalos, os centauros pertencem à mitologia grega. Eram considerados seres bestiais. Em Harry Potter, ao contrário, os centauros clamam ter inteligência superior à dos humanos e têm grande capacidade de interpretar as estrelas. Um deles é Firenze, que chega a dar aulas de Adivinhação em Hogwarts.
 
4. DRAGÃO
 
Esses seres existem nas mais variadas culturas. Na Mesopotâmia já havia registros como Humbaba, guardião da montanha na Epopeia de Gilgamesh. Ele tinha patas de leão com garras de pássaro, corpo repleto de escamas e chifres.
 
Dragão
 
5. HIPOGRIFO
 
A primeira menção escrita ao hipogrifo se dá nas Éclogas, do poeta romano Virgílio. Ele tem corpo de cavalo, mas possui asas e cabeça de águia. A diferença para o grifo é que essa outra criatura tem corpo de leão, não de equino.
 
Hipogrifo
 
6. GRINDYLOW
 
Esse ser vive no lago de Hogwarts, tem pequenos tentáculos abaixo da cintura e uma cabeça grande. Na mitologia inglesa, os grindylows usam seus braços para sequestrar crianças que se aproximam demais da água.
 
7. LOBISOMEM
Existem referências em várias culturas, mas a maldição é chamada de licantropia por causa da mitologia grega. A história conta que Licaonte sacrificou um bebê e o serviu a Zeus. Como punição, o deus transformou o mortal em lobo.
 
8. FÊNIX
 
Associada ao Sol, que sempre volta no dia seguinte, a Fênix aparece em diversas culturas. Há, por exemplo, benu, do Antigo Egito, e fenghuang, do leste asiático.
 
Fênix
 
9. ELFO DOMÉSTICO
 
Em parte, a raça de Dobby se assemelha ao brownie, criatura escocesa que ajuda em tarefas domésticas durante a noite. Sem se deixar perceber pelos moradores, esses seres aceitam comida como presente e abandonam o local se essas prendas forem chamadas de “pagamento”.
 
10. DUENDE
 
Em Harry Potter, eles administram o banco Gringotes, que reúne o dinheiro dos bruxos. Chamados na versão original de “goblins”, têm orelhas pontudas e estatura menor do que a de um ser humano. Aparecem em lendas inglesas, alemãs, francesas, japonesas, indianas e coreanas.
 
11. TRASGO
 
Gigantes e nada inteligentes, os trasgos são originalmente chamados de “trolls”. Surgiram no folclore escandinavo e são retratados como seres que gostam de viver em cavernas. Nas lendas originais, eles se transformam em pedra quando expostos à luz do dia.
 
12. GIGANTE
 
Com aparência humana, mas muito maiores, os gigantes aparecem no panteão de diversas culturas. Eles são descritos na Bíblia, antes da enchente para a qual Noé construiu a arca e na luta entre Davi e Golias. Há também gigantes na mitologia grega, os daityas do hinduísmo, os jotun nórdicos e até lendas de índios norte-americanos que mostram esses seres imensos como ruivos canibais.
 
13. BICHO-PAPÃO
 
Na versão original, é chamado de “boggart”. Essa palavra é usada na Grã-Bretanha para designar espíritos mal-intencionados que, assim como o nosso saci-pererê, azedam o leite e fazem objetos sumirem. Na franquia Harry Potter, o bicho-papão não tem forma fixa, transformando-se no maior medo de quem o vê. A descrição é semelhante à do Brollachan, criatura folclórica da Escócia.
 
14. DEMENTADOR
 
Rowling afirma que criou os dementadores por conta própria depois de passar por uma forte depressão. Esses monstros seriam uma metáfora para seu problema. No entanto, existem comparações entre os dementadores e os nâzgul, espectros que servem Sauron em O Senhor dos Anéis.
 
Dementador
 
15. TESTRÁLIO
 
Não há uma inspiração direta para os testrálios, mas existe um tipo de criatura celta chamada kestrel. Ele aparece no conto “O Jovem que Não Sabia”. Nessa história, o protagonista encontra um cavalo esquelético que percorre 500 léguas a cada vez que um nó de sua crina é desmanchado.
 
 
 
Recomendamos para você